Precisamos estar atentos às mudanças de comportamentos e valores. Vejam a matéria que saiu na Folha de São Paulo.

A internet passou a ser tão necessária para estudantes e profissionais quanto água, comida e moradia, segundo uma pesquisa da empresa de tecnologia Cisco, realizada com jovens de até 30 anos em 14 países.
No Brasil, três em cada cinco estudantes e jovens profissionais fizeram essa afirmação. Eles ainda disseram que, entre um carro e a internet, preferem acesso à rede.
Além disso, 72% dos universitários brasileiros afirmaram que preferem navegar na internet a namorar, ouvir música e sair com os amigos.
E essa ênfase na internet se repetiu entre universitários de países como China (59%), Espanha (54%) e Índia (54%).
Apenas na França o namoro prevaleceu na dianteira das opções, com 54%.
No campo profissional, 75% da chamada geração Y brasileira afirmou não viver sem a internet.

“Para essa geração, mais importante que o contato físico é estar conectado o tempo todo nas redes sociais”, diz o presidente da Cisco, Rodrigo Abreu.

Os consumidores estão cada vez mais conectados. E você, também não troca internet por nada? Ou percebe este comportamento nos seus amigos ou filhos?
Confira a matéria na íntegra no site da Folha, neste link.

Responda